Enotel Convention & Spa Porto de Galinhas - All Inclusive

COMPLEXO ENOTEL

Rodeado por praias ensolaradas que deslizam no mar cintilante, este resort 5 estrelas oferece uma experiência verdadeiramente incrível. Relaxar nas areias brancas, passear pelos jardins exuberantes ou olhar de sua varanda para as belas vistas do mar. As opções são infinitas. Os hóspedes também terão a oportunidade de uma vez na vida nadar ao lado de cardumes de peixes tropicais em piscinas de corais naturais localizados perto do Hotel.

O único Resort All Inclusive de Porto de Galinhas, com uma estrutura de lazer completa e muito entretenimento para toda a família!

PORQUE IR

Porto de Galinhas reza a lenda, veio após a abolição da escravatura, quando negros africanos continuavam sendo escravizados clandestinamente. Desviados de Recife, onde havia fiscalização, os negros desembarcavam em uma praia nos arredores, escondidos em engradados de galinhas-d`angola. Os contrabandistas exclamavam: “Tem galinha nova no porto!”. Esta era a senha utilizada e que deu origem ao nome da vila de pescadores. O que os escravos e os contrabandistas não imaginavam era que, um século depois, o paradisíaco cenário de águas verdes, céu turquesa e areias brancas se transformaria em um dos mais badalados balneários do litoral pernambucano, com praias para todos os gostos. 

O QUE VER E FAZER 

Por terra ou mar, os passeios são as grandes atrações de Porto de Galinhas. Os de bugre permitem conhecer grande parte das praias, enquanto as jangadas levam às piscinas naturais repletas de peixes coloridos. Já os barcos apresentam a deserta ilha de Santo Aleixo, perfeita para mergulhos profundos. 

ONDE COMER 

Os pratos à base de frutos do mar dominam os cardápios em Porto de Galinhas. Do simples peixe frito na beira da praia a uma sofisticada lagosta na manteiga, há opções para todos os gostos nos restaurantes locais. No concorrido Beijupirá, a combinação de pescados com frutas da região leva às mesas pratos como peixe ao molho de pitanga e camarão com manga grelhada. A cozinha regional também está presente – a galinha de cabidela do restaurante da Natália é considerada uma das mais saborosas do país. 

QUANDO IR

A alta temporada vai de se setembro a abril. Nos meses de verão, a oferta de passeios é maior, assim como o movimento nas praias, na vila e nas piscinas naturais. Já na baixa temporada, de maio a agosto, as chuvas são intensas, entretanto, as temperaturas continuam bem altas e é possível conseguir bons descontos na hospedagem e na alimentação.

COMO CHEGAR

De avião O aeroporto mais próximo é o de Recife, a 70 quilômetros De carro Vindo do Norte ou de Recife: acesso pela BR-101 (sentido Litoral Sul, até Cabo de Santo Agostinho), PE-060 (até Ipojuca), PE-038 (até Nossa Senhora do Ó) e PE-009 Vindo do Sul: acesso pela BR-101 (sentido Litoral Norte, até o município de Escada), PE-060 (até Ipojuca), PE-038 (até Nossa Senhora do Ó) e PE-009.